Volta à página inicial

Pergunta respondida.

Pergunta: Alguém pode explicar sucinta e claramente como funcionam os buracos brancos?


Pergunta de: Drosera distanaseae


Resposta 1:

Os buracos brancos parecem ser nada mais do que um dos vários objetos exóticos tirados (espremidos) das teorias pelos teóricos. Os buracos brancos são objetos que podem ser previstos a partir da relatividade geral, mas parece que não merecem muita confiança, talvez por isso não se fala muito neles. O pouco que eu sei sobre isso parece dizer que os buracos brancos seriam um tipo de “extensão” de um buraco negro. Dentro de um Buraco negro poderia existir um tipo de wormhole (buraco de minhoca) para os que nunca ouviram falar , ele é mais ou menos um “túnel” que liga duas regiões do espaço (como se pode perceber é um outro objeto que por em quanto só existe na teoria) , de modo que se você entra por uma boca dele você sai instantaneamente do outro lado . De fato se tivesse um negócio parecido com um desses dentro do buraco negro , a matéria tragada por ele poderia sair num buraco branco(o outro lado do túnel) , que do ponto de vista teórico seria exatamente o oposto do buraco negro ( “entrada proibida, você só pode sair”).

Resposta de: Romane Bezerra Ferreira - CEFET-AL, Maceió



Resposta 2:

As equações da relatividade geral têm uma propriedade matemática interessante: são simétricas no tempo. Isso significa que se pode agarrar em qualquer solução matemática para equações e imaginar que o tempo flui ao contrário, para trás ao invés de para a frente, e terá outra solução válida para as equações. Se aplicar esta regra para a solução que descreve os buracos negros, terá um objecto conhecido como um buraco branco. Como um buraco negro é uma região no espaço do que nada pode escapar, a versão "tempo-invertida" do buraco negro é uma região no espaço em que nada pode cair. Na verdade, tal como um buraco negro apenas pode "sugar" tudo para dentro, um buraco branco apenas pode "cuspir" para fora. Os buracos brancos são uma solução matemática perfeitamente válida para as equações de relatividade geral, mas não significa que existam realmente na natureza. Na verdade, não existem quase de certeza, já que não existe maneira de como produzir um. Produzir um buraco branco é quase tão impossível como destruir um buraco negro, já que os dois processos são tempo-invertidos um do outro.

Resposta de: Alisson Soares Garcia



Resposta 3:

Como oposto de um buraco negro, um buraco branco expele violentamente a matéria. O buraco branco é um farol brilhante e uma fonte aparentemente infinita de matéria e de energia. Ninguém jamais viu um buraco branco, e muitos acreditam que ele se autodistruiria rapidamente. A matéria expelida se unificaria gravitacionalmente e entraria em colapso, formando um buraco negro que engoliria o buraco branco.

Resposta de: Pompeu - ETRB - Belém - PA



Se quiser comentar essas respostas para elogiar, criticar ou apontar algum engano, use o endereço eletrônico abaixo, citando o número da pergunta ou reproduzindo seu enunciado.